permita-me

Permita

que eu continue assim,

acreditando no sonho,

sorrindo dos tropeços,

aplaudindo cada dia que passa,

abrindo todas as janelas

para o sol do amanhã,

ensurdecendo o mundo

com as minhas verdades.

Talvez eu pouco consiga,

mas que não me falte

a vontade de tentar.

 Porque amar também é isso. É se doar, é cuidar do outro mesmo estando
machucado, é ceder, é estar do lado, é se sentir acolhido num abraço, é
ter um ponto de paz.










Nenhum comentário:

Postar um comentário

pensamentos

“Voce que ao ouvir-me chorar, com suas palavras de afeto e carinho me fez sorrir. Voce que ao sentir-me desesperada muitas vezes me fez v...

Páginas